Postagens populares

sexta-feira, 17 de junho de 2011

 Um vovô do Asilo de Pobres cantando para o grupo presente

"Quando a velhice chegar, aceita-a, ama-a . Ela é abundante em prazeres se souberes amá-la. Os anos que vão gradualmente declinando estão entre os mais doces da vida de um homem, Mesmo quando tenhas alcançado o limite extremo dos aos, estes ainda reservam prazeres."
Séneca

 

Uma vovó toda faceira do Asilo de Pobres do Rio Grande-2011
"Devemos aprender durante toda a vida, sem imaginar que a sabedoria vem com a velhice"
Platão




As Poetisas Loeci, Maria Islair Lages, alguns vovôs e vovós do ASILO DE POBRES, a Poetisa Letícia e Maurecy Garcia.

***************

"Até onde você vai na vida depende de ser terno com os jovens,compadecido com os idosos,simpático com os esforçados e tolerante com os fracos e fortes.Porque em algum momento da vida você vai descobrir que já foi tudo isso."
George Washington

A Poetisa Lici, um vovô, e Letícia da Rosa observando as apresentações dos colegas poetas.

"O jovem de hoje será o obsoleto de amanhã. Valorizemos nossos idosos, pois estes possuem conhecimento suficiente para suprir dúvidas sobre o passado pouco conhecido por nós."

Denis Santarém




O idoso e a maturidade!

O idoso não é velho
Acumula sabedoria. É dicionário de vida.
Exemplo para os mais novos.
Conselheiro dos mais pessimistas.
O idoso já passou por todas as fases da vida e atingiu a maturidade.
Maturidade é sinônimo de serenidade.
Equilíbrio e força de vida
O idoso que cumpriu com seu dever ao longo da caminhada
vive em paz consigo mesmo e coleciona amizades.
Já driblou os dissabores,
trabalhou para o sustento da família,
uniu corações, deu a mão a quem precisou,
acarinhou os mais necessitados e ainda carrega o brilho
nos olhos de quem possuiu o segredo
da sabedoria da terceira idade!
A maturidade do idoso foi conquistada no dia a dia.
No aprendizado da vida!
Nas lutas diárias, nas dúvidas e nas incertezas da esquina!
O idoso cercado pelo amor da família
e o respeito dos mais novos,
carrega a paz no coração e aproveita
com tranquilidade os dias que renascem a cada manhã!
Ser idoso é passar por todas as fases da vida,
é conquistar passo a passo a arte de viver!
O idoso pode até virar criança de vez em quando,
precisando de um carinho especial,
Mas com certeza,
também tem muito amor pra dar a quem dele precisar.
Ser idoso saudável é passar a idade cronológica com sabedoria.
Caminhando, praticando esportes, conversando,
Trocando ideias, e mantendo o humor em alta,
Tornando assim, a existência mais suave e feliz!
Não podemos nos esquecer de que os idosos,
Acumulam conhecimentos e histórias,
merecendo por isso, muito carinho, atenção, calor humano e amor.
Ser idoso é seguir o fluxo da natureza
Sonhando ainda com a certeza de já ter
encontrado o doce sabor da maturidade!


de Antonio Marcos Pires
Rio de Janeiro - RJ - 

(http://www.pucrs.br/mj/poema-idoso-19.php)



"O menino sonha, o adulto realiza, o idoso vive do que já realizou."
Paulo Roberto Avelino de Oliveira
(http://pensador.uol.com.br/frases_sobre_o_idoso/)

"Os idosos são acervos preciosos para quem quer andar a frente de seu tempo." ( PrTony)


Uma tarde em família

A voz rouca
Marca o compasso do tempo
História gravada no rosto
Sorriso estampado com gosto

Envelhecer com consciência
No balanço da velha cadeira
Com conselhos dos grandes amigos
Ao lado do grande amor

Fechando a janela depressa
O inverno que se convidou
E vem o carinho da família
Lembranças do ano que passou

E a paz entra no peito
De tudo que se sonhou
E fica guardado no tempo
O respeito e o carinho por quem nos cativou.


  Mário José Silva de Oliveira
  Primavera - SP -
http://www.pucrs.br/mj/poema-idoso-7.php


Saudades, Vô

Saudades, Vô...
da tua essência tão pura
humildade
Saudades, Vô...
de tua santidade
tão simples
Saudades, Vô...
do teu abraço , forte
sem medo
Saudades, Vô...
dos teus passos, firmes
Saudades, Vô...
da tua teimosia
tão sábia
Saudades, Vô...
do teu espírito jovem
Vô, o senhor era invencível ao tempo!
Guerreou uma batalha contra a morte

Mas ela venceu.
Só aqui
Porque no céu
Ressuscitaste!
Saudades Vô...

 Ibeane Campos Moreira
Nova Brasília - BA - 

(http://www.mundojovem.com.br/poema-avos-4.php)



Minha Vovó...

Símbolo de Amor...
do sabor gostoso do bolo quentinho
do balanço na rede da varanda,
do cheiro do mato molhado na fazenda,
do afago nas horas tristes,
do leite tirado na hora,
do colo....sempre quando precisamos
Vovó... você é meu bem maior
minha segunda mãe
por isso te amo duas vezes mais.

  Tania Casagrande
 Águas de Lindoia - SP -
(http://www.mundojovem.com.br/poema-avos-6.php)

"Os que se amam profundamente, jamais envelhecem; podem morrer de velhice, mas morrem jovens. " (Martinho Lutero)

 * - FELIZ EU MORRERIA - **

Por amor a arte
quase tive um enfarto,
declamando no teatro Municipal.
Confesso que feliz eu morreria
dramatizando poesias
meu real ideal.


Se tenho inspiração o ano inteiro
é porque na CASA DO POETA BRASILEIRO
me incentivam , me dão valor.
E nesse encantado mundo da poesia,
vou vivendo em plena alegria
com dedicação e amor.


  MAURECY GARCIA





"A idade não é decisiva; o que é decisivo é a inflexibilidade em ver as realidades da vida, e a capacidade de enfrentar essas realidades e corresponder a elas interiormente.
                                                                                                          Max Weber



Vida, Dignidade e Esperança

Seu moço, eu já fui bom nisso,
Fazia com perfeição,
Nunca media esforços,
Nem escolhia situação,
Queria vencer a batalha,
Queria ser campeão.
Quando era adolescente,
Quanta traquinagem eu fiz,
Ficava todo radiante,
Era um garoto feliz,
Fazia estripulia,
Mas estudava também.
Mais tarde veio a juventude
E com ela a vaidade
Rabisquei, pintei, bordei,
Fiz o que tinha vontade,
Lazer, labor e farra,
Namoro e muita amizade.
Depois veio a Idade Média:
Mulher, filhos e netos,
Noras, genros e sogros.
Nunca mais eu fiquei quieto.
Comi do pão do diabo em alguns momentos da vida,
Mas fui um sujeito guerreiro em se tratanto de lida.
Na vida,
Fiz quase tudo,
Trabalho, lazer e festança.
Fiz com muita dignidade,
Fé, amor e confiança.
Queria alcançar o prêmio
Prêmio que pouca gente alcança,
Hoje, na terceira idade,
Já estou aposentado
Mas nunca perdi a esperança.

  Juvaldino Nascimento Silva
Campo Formoso - PR - 
 
(http://www.pucrs.br/mj/poema-idoso-2.php)

"Nunca tive outra idade senão a do coração." (Ninon Lenclos)



RETALHOS, PEDAÇOS E TIRAS 

Pedaços da vida de cada um
Alegrias, tristezas, sonhos, lembranças
Cada pedaço deste viver
Contém um pouco de seus anseios.


Alegrias divididas em poucos momentos
Tristezas cheias de solidão e lágrimas
Sonhos de um futuro melhor
Partículas pequenas de uma estadia.


Com a soma destes retalhos
Nosso viver é constituído
Precisamos uní-los um a um
Para conter nossa passada por aqui.


Trazemos muitas lembranças,
De outrov viver. A estes juntamos
Mais pedaços do presente
E com tudo isto mantemos uma
Vida de pequenas tiras de felicidades.



LETÍCIA JUREMA DA ROSA.




"O conhecimento torna a alma jovem e diminui a amargura da velhice. Colhe, pois, a sabedoria. Armazena suavidade para o amanhã."
Leonardo da Vinci



"Não quero adultos nem chatos.
Quero-os metade infância e outra metade velhice!
Crianças, para que não esqueçam o valor do vento no rosto;
e velhos, para que nunca tenham pressa."

quinta-feira, 16 de junho de 2011

"Cada um tem a idade do seu coração, da sua experiência, da sua fé. " ( George Sand)



"A idade não nos protege contra o amor. 
Mas o amor, até certo ponto, protege-nos contra a idade."
Jeanne Moreau


"O conhecimento torna a alma jovem e diminui a amargura da velhice. Colhe, pois, a sabedoria. Armazena suavidade para o amanhã."
Leonardo da Vinci


Retratos do tempo

As coisas que marcam o tempo,
cada qual tem seu papel:
o relógio, por exemplo,
implacável e cruel,
faz seu serviço de graça.

Passo a passo, lentamente,
encolhe a vida da gente,
a cada hora que passa.

O espelho, fiel, sincero,
com ele ninguém se ilude,
agrada na juventude,
reflete a força, a beleza,
mas agride na velhice,
mostra até a rabugice,
que é própria da natureza.

A idade o torna embaçado,
parece um tanto zangado,
ralha, implica, renitente.

Quando lhe encaro de frente,
me ocorre certa amargura,
pois travo enorme peleia,
com um velho de cara feia,
que mora em sua moldura.


de Antonio Luiz de Oliveira
Porto Alegre - RS -
Do site: http://www.pucrs.br/mj/poema-idoso-9.php

SABER VIVER A VIDA SARAU POÉTICO NO ASILO DE POBRES - RIO GRANDE.


"Quando a velhice chegar, aceita-a, ama-a . Ela é abundante em prazeres se souberes amá-la. Os anos que vão gradualmente declinando estão entre os mais doces da vida de um homem, Mesmo quando tenhas alcançado o limite extremo dos aos, estes ainda reservam prazeres."
Séneca




Envelheci...

Quando um dia no valor que não me dei me perdi
Quando pesei mais no outro o olhar
Que para mim por instantes esqueci

Envelheci...

Quando pensei que conquistei quando recebi
Quando vi passar as horas
Sem que conhecesse o prazer de viver e dormi

Envelheci...

Quando neguei afeto e então senti
Quando o pranto correu o rosto
E me fiz de forte sem perceber que muito fingi

Envelheci...

Quando notei que outros nasceram e não vi
que outros morreram e não vi
que outros nem se importaram e não vivi

E eu?
Hoje eu envelheci
E nada me faz mais feliz porque descobri
Que não há nada mais sublime que envelhecer
Porque eu aprendi, me conheci,cresci
No passar dos dias aprendendo a viver.


de Daniela Martins Lima
Patrocínio - MG - 

Do site: http://www.pucrs.br/mj/poema-idoso-11.php

OS POETAS E OS VOVÔS E AS VOVÓS NO ASILO DE POBRE - RIO GRANDE.

Leinecy Pereira Dorneles lendo uma de suas poesias do Livro: POEMAS À FLOR DA PELE



Uma das vovós do ASILO DE POBRES DO RIO GRANDE

Chinelo da Vovó

O chinelo da vovó,
vive jogado,
Ele é feito de filó,
e está todo acabado.
O gato joga de um lado,
o cachorro, em cima deita,
Para a vovó tudo é um fado,
a vida, ela aproveita!
Vovó levanta da cama,
e procura seu chinelo.
Às vezes ela reclama,
que ele nunca está por perto.
O chinelo de vovó,
é uma peça triunfal,
Se ele não está embaixo da cama,
Mamãe colocou no varal.


de Silvia Trevisani
Campinas - SP -



 Outra vovó assistindo o SARAU POÉTICO do GRUPO DE POETAS LIVRES GIRASSOL - RIO GRANDE.

"Os velhos acreditam em tudo, as pessoas de meia idade suspeitam de tudo, os jovens sabem tudo."
         Oscar Wilde






Outra vovó assistindo o nosso SARAU POÉTICO em homenagem aos idosos.
Atrás a Terezinha  asssistindo  a tudo.

"Cada um tem a idade do seu coração, da sua experiência, 
da sua fé."
George Sand


POETAS, POETISAS, POESIAS e EMOÇÕES.

Leinecy Pereira Dorneles fazendo uma homenagem aos idosos, do Asilo de Pobres do Rio Grande.
Neste momento lendo sua poesia e os vovôs e vovós assistindo.
 
BUSCAREI NA TUA ALMA.

O destino colocou-me em seu caminho,
nunca mais sairei,
em busca de um outro amor.
No seu olhar encontrei a vida,
nas suas mãos apoio,
no seu sorriso, a alegria dos meus dias.
na sua alma aconchego e paz!

Caminharás quem sabe,
por estradas desconhecidas.
Lutarás com a noite,
com o tempo, e com a vida...
Estarei sempre ao seu lado
embora não me vejas.

Serei a sua respiração,
o seu coração e a sua alma.
Quero ser para você,
como a chuva e o vento.
A chuva, para escorrer em seu rosto,
o vento , para acariciar a sua pele.
Quero ser tudo em você, e por você.
Quero estar sempre ao seu lado,
e em seu coração ... até a morte,
e quero ser a sua alma.
Para estar com você,
até a ETERNIDADE!

LEINECY PEREIRA DORNELES
PRAIA DO CASSINO-RIO GRANDE-RSUL.






Carmen Regina Madruga lendo sua homenagem aos idosos do Asilo de Pobres.


 A Poetisa Letícia Jurema da Rosa lendo sua poesia em homenagem aos idosos.

SONHOS PARALELOS - Mãe

Menina sonhadora e bonita
Esperava seu príncipe encantado
Sonho pequeno, que acalentava
Um amor grandioso encontrava.


Em sua juventude e vaidade
Pensou que se sonho realizara
Em vez de versos e flores
Uma menina, em seus braços, embalava.


Da boneca para a filha, foi um salto
Não sabia o que fazer com tudo isto
Queria sonhar, dançar, amar
E só realidade encontrava.


O tempo passou, passou, e lá se foram
Os sonhos, os versos e as canções
Agora é uma mãe rodeada
De filhos, problemas e aflições.


A vida foi mais longe ainda
Seu cabelo branqueou, sua face cansou
Desenganos, lamentos, desencantos mil
Sua mais linda canção calou!


Hoje é Mãe sábia, Vó querida
Sua sabedoria dos dá alento
Sua mão cansada nos acaricia
Sua voz, tão doce, nos acalenta!

LETÍCIA DA ROSA


A Poetisa Maria Islair Lages declamando sua poesia em homenagem aos idosos.

* - ÍDOLO DE CRISTAL - *

No meu coração, ergui um santuário,
E te coloquei no mais alto pedestal,
Eu te tratei com carinho, com leveza,
Como se tu fosses feito de cristal.


Seguindo, dos sonhos, o itinerário,
Perdi-me num império imaginário,
Onde, eu te amei, te endeusei,
Te fiz meu rei.


Por ti, mudei o meu destino,
Elevei a minha voz, num hino,
Que bem alto, ecoou em teu louvor,


Mas, te perdestew na distância do passado,
Meu pobre sonho de cristal, quebrado,
Hoje, espalhado sobre o chão do meu amor.


MARIA ISLAIR DUARTE LAGES-RIO GRANDE
Poesia selecionada para fazer parte dos
ANAIS DO X CONCURSO LITERÁRIO PAN AMERICANO
ENGENHEIRO ENRIQUE SALAZAR CAVERO- PELOTAS- 2004.

SARAU POÉTICO NO ASILO DE POBRES COM O GRUPO DE POETAS LIVRES GIRASSOL.

Carmen Regina Madruga (Coordenadora Atual do GRUPO DE POETAS LIVRES GIRASSOL) fazendo a abertura do Sarau Poético no Asilo de Pobres do Rio Grande-2011.



Carmen Regina Madruga fazendo sua homenagem aos idosos, presente no Sarau Poético. Apreciando vemos aqui algumas vovós,vovôs e poetas.

A Poetisa Maria Islair Lages declamando sua poesia no Asilo de Pobres do Rio Grande.

LEINECY PEREIRA DORNELES E SUAS POESIAS.


 A Poetisa Leinecy Pereira Dorneles e Maria Enilda 



A Poetisa e Ativista Cultural declamando a sua Poesia favorida de Fernando Pessoa, e a poetisa Maria Enilda.

Autopsicografia
                                   
O poeta é um fingidor.
Finge tão completamente
Que chega a fingir que é dor
A dor que deveras sente.

E os que lêem o que escreve,
Na dor lida sentem bem,
Não as duas que ele teve,
Mas só a que eles não têm.

E assim nas calhas de roda
Gira, a entreter a razão,
Esse comboio de corda
Que se chama coração.

Fernando Pessoa

A POETISA ALVENIRA MENDONÇA E SUAS BELAS POESIAS E DECLAMAÇÕES.


A Poetisa Letícia da Rosa e Alvenira Mendonça.



 A Poetisa Alvenira Mendonça declamando para o público presente, Leinecy Pereira Dorneles, Letícia da Rosa e Adilson Miranda  escutando atentamente.


* -  O TEMPO E A VIDA -  *

Não espere que o tempo decida
coisas que só você pode decidir.
O tempo passa e só prolonga
o sofrimento, tensões e situações mal resolvidas
E permite que você se machuque ainda mais
E por consequência machuque também a pessoa envolvida.
A vida é bela, tênue, tão breve...
Não deve ser disperdiçada...
Por isso, viva cada momento de forma intensa
Para que se torne inesquecível, perpetuado
No calendário de sua existência.
Trate os outros como gostaria de ser tratado.
Desate laços, solte as amarras, reveja conceitos...
E jamais esqueça...
Dentro de um abraço encontra-se
A maior concentração de emoção, de troca de energia.
Não se proiba, ouse, permita-se...
Surpreenda, deixe-se surpreender...
Não espere o amanhã nascer para dizer:
"Você é muito importante para mim, que bom que você existe!
Deus me presenteou com a certeza do seu existir,
quando lhe abracei, quando senti seu coração bater junto ao meu!"
Mesmo que você relute, que lute contra seus fantasmas internos
Fica sempre um pouco de calor humano em quem se deixou abraçar.
Você pode até duvidar, mas ainda existem pessoas que são capazes
De oferecer o melhor de si sem pedir nada em troca.
Tudo , o que chamamos de acaso, na verdade
Estava escrito, tinha que acontecer.
talvez, esse desprendimento desperte sua curiosidade
Faça você questionar-se, é verdade ou jogo para lhe atrair?
Mas, não precisa provar, nem justificar a ninguém
O porquê do meu jeito de ser
O tempo irá mostrar quem sou, do que sou capaz, o que quero
E o que não quero para viver bem comigo mesma.
E com as pessoas que fazem parte da minha vida.
Preciso apenas estar ciente dos meus objetivos
Ter atitude e jamais permitir que alguém me faça sofrer ,
Pois sou capaz de atrair aquilo que quero sem ultrapassar limites.
Diante dessas reflexões alerto-lhe:
Não passe o resto da sua vida colecionando insatisfações, frustrações...
Recomece, dê uma chance a si mesmo
Se autoavalie, descubra, para onde vai?
Ao encontro de quê? De quem?...
Lembre-se: 
 
Você é filho de DEUS, perfeito, saudável, maravilhoso, próspero
E com a missão de encontrar a felicidade dentro de você
E manifestar ao próximo !

ALVENIRA MEDONÇA